A Quartet In The Studio

Na foto, da esquerda pra direita: John Coltrane (sax tenor), Cannonball Adderley (sax alto), Miles Davis (trompete) e Bill Evans (piano).

 

O jazz é um gênero musical que tem origem em diversos ritmos e melodias afro-americanos. Surgiu em finais do século XIX nos Estados Unidos e, com o passar dos anos, acabou por se expandir por todo o mundo.
O “San Francisco Bulletin” foi o primeiro meio de comunicação a ter publicado a palavra jazz, quando apareceu num artigo de 6 de março de 1913 para fazer menção à música que tocava uma orquestra do exército. O primeiro disco que incluiu a música autodefinida como jazz, por outro lado, foi editado em 1917 pela Original Dixieland Band.

A principal característica do jazz é que não se apega de forma estrutura a uma partitura, baseando-se antes na improvisação e na livre interpretação. Habitualmente, os músicos tocam um tema conhecido dentro de uma certa estrutura harmônica, mais além das liberdades na execução.

Esta liberdade dos artistas de jazz explica a razão pela qual este gênero não regista vendas em massa. O público está mais habituado a consumir música subordinada à melodia e estruturada com um refrão, como é o caso da música pop.

A interpretação mais habitual do jazz inclui um instrumento solista (como um trompete) acompanhado por uma secção rítmica (bateria, baixo, contrabaixo) e instrumentos harmônicos (piano, guitarra). O jazz pode ser interpretado tanto por solistas como por trios, quartetos ou as chamadas big bands de vários integrantes.

Louis Armstrong, Charlie Parker, Dizzy Gillespie, Thelonious Monk, Miles Davis e John Coltrane são alguns dos músicos de jazz mais importantes da história.

Fonte: http://conceito.de/jazz
Anúncios