Sakamichi no Apollon – A Última Sessão de Improviso de Jazz.

Boa tarde, queridos Aquarianos e Aquarianas.

Como prometido, cá estamos para trazermos para vocês o volume derradeiro de Sakamichi no Apollon, que vem para fechar com chave de ouro essa fantástica história que tem nos maravilhado a cada capítulo, e que finalmente, após quatro anos, estamos finalizando-a. E tem mais: de quebra, estamos trazendo o Fan Book, para não deixarmos nenhuma ponta solta.  😀

Temos um carinho especial por este mangá, pois o mesmo foi o nosso primeiro projeto aqui no Aquaria, e é com imensa alegria e satisfação que finalmente o transferimos para a lista dos Projetos Concluídos. Gostaríamos de agradecer imensamente pela contribuição das meninas do Koisei Scans (Chris, Yanni e Rose) na conclusão desse projeto. Além disso, é com imenso prazer que dedicamos o último capítulo do Bonus Track a nossa querida Rose, que recentemente se tornou mamãe de um menino lindo.  ❤

Com a conclusão de Sakamichi no Apollon, agora voltaremos nossos esforços a outros 3 mangás: Aria, Rainbow e My Girl, então fiquem ligados nas nossas próximas postagens.

Enfim, deixemos de conversa e vamos ao que interessa. Seguem abaixo os links:

Volume 10 – Bonus Track: [Mediafire] [MEGA]
Sakamichi – Fan Book:       [Mediafire] [MEGA]

PS.: Aos que se interessarem, seguem abaixo os links do Youtube para as músicas presentes nas histórias do Bonus Track, para referência e uma maior imersão na leitura:

Billie Holiday – Your Mother’s Son-In-Law

Miles Davis – Bags’ Groove (Take 1)

Boa leitura a todos, e até breve!

Jazz – Uma Realidade / O Aniversário de 4 Anos do Aquaria Scanlator.

Boa noite, queridos Aquarianos e Aquarianas.

Após exatamente um ano de hiato, no qual ficamos afastados de nossas atividades por motivos diversos e de força maior, estamos de volta à ativa. E que data seria melhor para um recomeço que a do aniversário do nosso scanlator?

E como uma comemoração de aniversário não tem graça sem presente, é óbvio que não daríamos o ar da graça de mãos abanando. Traremos não só um volume, mas três de um dos mangás mais queridos dos leitores, Sakamichi no Apollon, nosso primeiro projeto!

Com o lançamento desses três volumes, completamos a história principal da obra. Nele temos o “final” normal, mas o grand finale estará presente no Volume 10, o Bonus Track, que lançaremos em breve juntamente com o Fan Book,  encerrando assim mais um projeto e um dos mais importantes e aguardados do Aquaria.

Gostaríamos de agradecer imensamente aos nossos leitores pela paciência em aguardarem o nosso retorno. Com a conclusão de Sakamichi, voltaremos as nossas atenções aos nossos outros dois projetos ativos nesse retorno, Rainbow e Aria. Conforme esses outros dois mangás forem avançando em seus lançamentos, voltaremos com alguns dos nossos projetos pausados e traremos mais novidades. Gostaria também de agradecer especialmente a Rose, do Koisei Scans, por antes de encerrar as atividades do grupo e da parceria ter nos enviado esses três volumes de hoje com os trabalhos bastante avançados na parte da limpeza das raws, nos poupando grande parte do tempo que gastaríamos nesse processo e nos permitindo canalizarmos esses esforços na parte da tradução, revisão e edição dos capítulos restantes para concluirmos o projeto.

No mais, espero que gostem bastante desses três volumes, e aguardem ansiosamente pelo desfecho lindo que teremos no Volume 10, fechando com chave de ouro essa obra primorosa chamada Sakamichi no Apollon, de Kodama Yuki.

Vamos aos links, que é o que interessa nesse arraiá de São João:

 

Volume 07: [Mediafire] [MEGA]
Volume 08: [Mediafire] [MEGA]
Volume 09: [Mediafire] [MEGA]

Tenham uma boa leitura!

Jazz – Uma Definição.

A Quartet In The Studio

Na foto, da esquerda pra direita: John Coltrane (sax tenor), Cannonball Adderley (sax alto), Miles Davis (trompete) e Bill Evans (piano).

 

O jazz é um gênero musical que tem origem em diversos ritmos e melodias afro-americanos. Surgiu em finais do século XIX nos Estados Unidos e, com o passar dos anos, acabou por se expandir por todo o mundo.
O “San Francisco Bulletin” foi o primeiro meio de comunicação a ter publicado a palavra jazz, quando apareceu num artigo de 6 de março de 1913 para fazer menção à música que tocava uma orquestra do exército. O primeiro disco que incluiu a música autodefinida como jazz, por outro lado, foi editado em 1917 pela Original Dixieland Band.

A principal característica do jazz é que não se apega de forma estrutura a uma partitura, baseando-se antes na improvisação e na livre interpretação. Habitualmente, os músicos tocam um tema conhecido dentro de uma certa estrutura harmônica, mais além das liberdades na execução.

Esta liberdade dos artistas de jazz explica a razão pela qual este gênero não regista vendas em massa. O público está mais habituado a consumir música subordinada à melodia e estruturada com um refrão, como é o caso da música pop.

A interpretação mais habitual do jazz inclui um instrumento solista (como um trompete) acompanhado por uma secção rítmica (bateria, baixo, contrabaixo) e instrumentos harmônicos (piano, guitarra). O jazz pode ser interpretado tanto por solistas como por trios, quartetos ou as chamadas big bands de vários integrantes.

Louis Armstrong, Charlie Parker, Dizzy Gillespie, Thelonious Monk, Miles Davis e John Coltrane são alguns dos músicos de jazz mais importantes da história.

Fonte: http://conceito.de/jazz